quinta-feira, 31 de março de 2011

Cobra Coral

Cobra Coral - Caetano e Lulu Santos Duas feras da música brasileira!

segunda-feira, 28 de março de 2011

VERMELHO


Retângulo vermelho para complementar a manta.
Um presente de noivado para minha filha dar à amiga.
Idealizado e executado por mim.

PARA AS AMIGAS BORDADEIRAS!


Mais um pontinho para os nossos trabalhos em bordados>

quarta-feira, 23 de março de 2011

segunda-feira, 21 de março de 2011

VOO DOS PATOS


"Atrás do voo dos patos, seguem os restos da cidade".M.B
Idealizado e bordado por mim.

Último bordado da série M.B - PRIMOS,PONTOS E POESIAS... - iniciaremos a série de Jorge Amado.

domingo, 20 de março de 2011

FLORES PARA MANTA


Primeira flor bordada para a manta que vai para a Inglaterra.

MANTA INICIADA


Iniciando uma manta com flores bordadas.

sábado, 19 de março de 2011

PRESENTE


Presente da minha amiga e bordadeira Olinda Evangelista.Lindíssimo livro.
Visitem o seu site:
www.palavrabordada.wordpress.com

E ASSIM TUDO COMEÇOU...


Esse foi um dos primeiros trabalhos que fiz de memórias bordadas.Memórias essas, de passagens de vida dos meus filhos quando crianças.
Minha duas filhas em Madrid, onde vivi por um ano e meus gêmeos:palmeirense e corinthiano que são alucinados por futebol desde meninos e me deixavam louca jogando futebol dentro de casa, ou melhor, apartamento.
Mutios pontos pesquisados, na época e muito amor ao faz~e-lo.

segunda-feira, 14 de março de 2011

PRIMOS, PONTOS,POESIAS...


No carnaval, Paulo Eliza e eu fizemos um retiro na chácara da prima M.Helena para bordar.
Fazia muito tempo que não ficávamos os primos juntos, desde a casa da vovó Eliza!
Bordamos muito (para a nossa primeira exposição), conversamos, rimos, comemos também.
Bordar, rir e comer, daria também um filme!
Maria Helena nos recebeu divinamente bem e outros primos chegaram para compartilhar da alegria.

ATRÁS DO VOO DOS PATOS,SEGUEM OS RESTOS DO DIA.

quarta-feira, 9 de março de 2011

quinta-feira, 3 de março de 2011

OPALHAÇO (M.B)


"Ele gostava só de lixeiros, crianças e árvores
Arrastava na rua por uma corda, uma estrela suja.
Vinha pingando oceano!
Todo estragado de azul."